Óleo “alta quilometragem” é bom ou ruim para o motor?

Utilizar óleo do tipo “alta quilometragem” afinal é bom ou ruim para o motor? Antes que esta pergunta seja respondida, existe uma outra, muito mais importante, a ser feita: o motor apresenta algum vazamento ou consumo excessivo de óleo, com escape de fumaça branca e cheiro característico?

Caso não apresente vazamento (que não possa ser eliminado) ou consumo excessivo (acima da tolerância estabelecida pelo fabricante, usualmente de 500 ml a cada 1.000 km) de óleo, fique com o óleo recomendado no manual e não utilize óleo do tipo “alta quilometragem”. Isso porque esses óleos são mais viscosos (usualmente 20W-60 ou 25W-60) que os recomendados pelo fabricante do motor. Eles servem para motores velhos e cansados que apresentem vazamento ou consumo de óleo (através de peças cuja montagem já apresenta baixa vedação). É como se servisse literalmente para tapar (micro)buracos.

Antes de mais nada, é importante salientar que o óleo, além de lubrificar, é um importante trocador de calor no motor: ele passeia pelas peças que sofrem constante atrito e estão sob alta temperatura e desce novamente para o carter, para resfriar e ser novamente sugado pela bomba de óleo.

Utilizar óleo do tipo “alta quilometragem” é uma “faca de dois gumes”, pois a viscosidade maior desses óleos traz muitos malefícios para o motor, tais como:

  • aumento considerável do “peso” das peças móveis internas do motor, desgastando-nas ainda mais;
  • queda no desempenho e piora sensível no consumo de combustível;
  • sobrecarga na bomba de óleo, diminuindo a vida útil dessa importantíssima peça;
  • diminuição da velocidade de circulação dentro das galerias internas do motor, que resulta em níveis piores de lubrificação e de refrigeração;
  • níveis de aditivação (antioxidantes, dispersantes, detergentes etc.) geralmente inferiores aos recomendados.

Portanto, a não ser que o objetivo seja realmente de engrossar o óleo para encobrir temporariamente vazamento e consumo de óleo, Autodo recomenda categoricamente que não seja utilizado óleo dessa classificação. Siga as instruções e utilize preferentemente o óleo indicado pelo fabricante, ou então entre em contato conosco.


 
 

Veja como Autodo pode auxiliar você a encontrar a melhor opção

Encontre o carro ideal com nossa assessoria personalizada


Descubra o que Autodo pode fazer por você e pelo seu carro

Submeta seu carro a nossos cuidados e você se surpreenderá

Copyright © AUTODO. Todos os direitos reservados